Share

A tour pan-europeia esteve em Portugal com o magnífico espetáculo weLAND

As alterações climáticas estão a afetar todo o mundo e têm consequências desastrosas para as pessoas. O impacto das alterações climáticas já se faz sentir e a necessidade de mobilizar, agir e mudar mentalidades pela justiça social e climática torna-se cada vez mais urgente. Numa representação dramática das crises climáticas que estão a ocorrer em diferentes cantos do planeta, com comunidades devastadas pelas cheias, o degelo do permafrost ártico, a desertificação e os incêndios, a campanha #ClimateOfChange recorreu à arte como instrumento de comunicação para envolver os cidadãos e sensibilizar os jovens para os temas das alterações climáticas e das migrações. Os temas mais complexos são aqueles que exigem interpretações e metodologias variadas e inovadoras, e utilizar uma nova linguagem é muitas vezes o melhor caminho para alcançar a mudança. Nestes dias, o circo teve um papel fundamental e de destaque!

Em Portugal existe uma grande vontade de envolvimento em ações para combater os problemas do clima e da migração.

Fonte: Inquérito realizado pela campanha #ClimateOfChange

Nos dias 15 e 16 de outubro, no âmbito da campanha pan-europeia #ClimateOfChange, entrámos no mundo da arte e do entretenimento com o objetivo de pôr os jovens a falar sobre as mudanças climáticas e a migração, num espetáculo de circo contemporâneo único, atraente, poético e poderosamente cénico weLAND – A Journey to a New Era – que abordou um dos temas mais urgentes e atuais: a migração induzida pelo clima.

No inquérito destinado a jovens (dos 15 aos 35 anos) de 23 países europeus, incluindo Portugal, realizado pela campanha #ClimateOfChange, ficámos a saber que a preocupação com as alterações climáticas é elevada em Portugal. Em cada dez jovens portugueses seis (63%) estão muito ou extremamente preocupados com as alterações climáticas, em comparação com a média dos jovens europeus que é inferior a 50% (46%). No entanto, e porque a verdadeira mudança só é possível com a mobilização de todos, através da arte do circo, desdobrada em diferentes atividades, com grande impacto visual, humor e ritmo, o espetáculo weLAND aliou a arte a um importante alerta: a necessidade de mudar de atitude.

Numa sala de espetáculos diferente, ao ar livre, no Jardim Municipal de Oeiras, recebemos com entusiasmo a Tour pan-europeia #ClimateOfChange, que nos trouxe sete artistas e acrobatas, quatro músicos, um impressionante cenário e muitas histórias, com o objetivo de sensibilizar todos aqueles que se juntaram a nós sobre as alterações climáticas e as consequentes migrações.

Foram dois dias de casa cheia no Município de Oeiras e nem os pingos da chuva assustaram o nosso público. A abertura do espetáculo foi feita pelos incríveis artistas da Escola de Circo do Chapitô, que abriram caminho à companhia circense italiana MagdaClan, que veio animar-nos com música ao vivo e acrobacias insólitas, temperadas com humor, à medida que abordavam um assunto sério e urgente.

O público foi ainda desafiado a participar na ação artística “change your head”, que consistiu em mudar o visual, ao mesmo tempo que refletia sobre as mudanças de comportamento, com a ajuda dos hairstylists Katia Nunes e Ivo Augusto. Num salão improvisado, ao ar livre, estes profissionais cortaram e modelaram o cabelo de quem se sentou nas suas cadeiras e se disponibilizou a saber mais sobre o tema das alterações climáticas e das migrações, abrindo portas a uma mudança impulsionada pela consciencialização e sentido de urgência para agir sobre estes temas.

Acreditamos que com estas iniciativas contribuímos para alertar e informar o público sobre as consequências das alterações climáticas e as migrações forçadas que delas resultam, colmatando a desinformação sobre estes tópicos. Pois muitos dos jovens portugueses não conhecem o conceito de migração climática, tal como o resto dos jovens europeus – 71% ouviram falar pouco ou nunca ouviram o termo “migrantes climáticos” em comparação com 68% dos seus pares em toda a Europa – Fonte: inquérito realizado pela campanha #ClimateOfChange

Após esta passagem por Portugal a Tour prosseguirá para Bruxelas, Bélgica, onde irá impressionar e sensibilizar com os seus últimos espetáculos de circo contemporâneo.

Stop climate change, start a climate of change!

Nove em cada dez jovens portugueses (91%) assinaram ou estão disponíveis para assinar uma petição que defenda soluções para as alterações climáticas, a migração e a migração climática (fonte: inquérito realizado pela campanha #ClimateOfChange). Foi neste sentido, que a campanha #ClimateOfChange lançou uma petição pública europeia com o objetivo de sensibilizar os decisores políticos europeus para a necessidade de tomarem medidas urgentes de combate às alterações climáticas.

Nesta petição pedimos:

  • Para manter o aquecimento global abaixo de 1,5°C para que possamos alcançar a neutralidade climática na UE até 2040;
  • Uma economia do bem-estar, que se preocupa com a sociedade e natureza/em vez das grandes empresas;
  • Políticas migratórias e proteção jurídica que permitam uma migração segura em qualquer parte do mundo;
  • A participação dos jovens na tomada de decisão política.

Acreditamos que a petição: Stop climate change, start a climate of change! pode ser um importante instrumento de cidadania. Mais importante ainda, acreditamos que todos os jovens têm um potencial transformador que será o garante de um mundo mais justo, mais digno e mais sustentável.

Junto/as podemos iniciar um “clima de mudança” e exigir justiça climática para todo/as. Assina a petição! Faz parte da mudança!

 

 

Mais notícias